You are currently viewing Roubo de Carga: quais são as estradas mais perigosas?

Roubo de Carga: quais são as estradas mais perigosas?

Talvez o roubo de carga seja a maior preocupação dos transportadores, não é mesmo? O transportador sofre – e muito – com isso, pois em vez de se preocupar com a gestão da empresa, tem que ficar criando estratégias para evitar o roubo de carga. Isso é simplesmente desumano.

Muitas transportadoras procuram saber quais são as rodovias com maior índice de roubos, com o intuito de evitar certos percursos, afinal ninguém quer ser vítima de um roubo de carga. Além de muito prejuízo e transtorno, isso traz o péssimo sentimento de impotência e descaso dos nossos governantes.

Cá entre nós, você acha justo o transportador que, atualmente, tem uma margem de lucro cada vez mais apertada, ter que aumentar seus custos de operação para ter que fazer trajetos mais longos para fugir de rotas consideradas mais perigosas? Claro que não.

Nosso intuito é ajudar essa classe que tanto trabalha, que é o transportador de cargas, fornecendo dicas que possam ajudá-lo a tomar ações para evitar vários transtornos, entre eles o roubo de carga.

A primeira dica para evitar o roubo de carga é o gerenciamento de risco. Seu objetivo é minimizar os riscos aos quais os transportadores estão expostos. O que poucas pessoas sabem é que o gerenciamento de risco inicia muito antes do embarque. O gerenciamento de risco começa no planejamento.

Planejamento

O objetivo do planejamento é avaliar os riscos para que o transportador possa tomar medidas de segurança.

O transportador precisa avaliar o tipo de mercadoria que vai transportar, qual é o motorista e horário mais adequado para o tipo de mercadoria que está transportando. Além de quais os melhores pontos para paradas, pernoites, horários alternativos e quais são as tecnologias mais adequadas para o percurso que será feito. Enfim, analisar quais são os cuidados que devem ser adotados para se evitar acidentes, avarias e o roubo de carga.

Não podemos esquecer que os riscos do transportador não ficam restritos somente ao roubo de carga. Existem outros danos, como acidentes e avarias dos quais o transportador é igualmente responsável. Por isso, o gerenciamento de risco é primordial para a sobrevivência de qualquer transportadora.

Roubo de carga no Brasil

Como já sabemos, o Brasil é um país muito violento, especialmente nas rodovias.

O Brasil é o 8º país com mais roubo de carga no mundo. Em 2019, ocorreram 1390 ocorrências de roubo de carga somente nas estradas. Muitas pessoas acreditam que os roubos ficam restritos às rodovias de acesso às grandes capitais, mas infelizmente o roubo de carga não acontece apenas nessas regiões, ocorre também nos centros urbanos.

Qual a região mais perigosa no Brasil? Segundo as estatísticas, a região Sudeste representa algo próximo a 84% das ocorrências registradas no país; seguido pela região Sul, com 6,29%; Centro-Oeste 1,69%; e Norte, 1,24%.

Qual estado teve mais ocorrências em 2019? De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (SETCESP), em 2019 ocorreram 1390 ocorrências de roubo de carga. Desse total, Minas Gerais teve 459 ocorrências; seguido do Rio de Janeiro, 160; Paraná, 135; São Paulo e Goiás, 80 cada.

Quais são as estradas mais perigosas do Brasil?

De acordo com dados da PRF, ocorreram 67.427 ocorrências de acidentes com vítimas (mortos e feridos) somente nas estradas federais, em 2019. As principais causas dos acidentes foram:

  • Falta de atenção  – (37,1%)
  • Desobediência às normas de trânsito – (12%)
  • Velocidade  – (8%)
  • Consumo de álcool – (8%)

 

A BR-116 e a BR-101 são as rodovias com mais ocorrências de acidentes rodoviários. Essa informação é totalmente compreensível, se pensarmos que são as duas rodovias de maior extensão no território brasileiro. Nessas duas rodovias ocorreram 1.326 acidentes, sendo 670 (BR-116) e 656 (BR-101).

Rodovias com maiores índices de roubo de carga

As rodovias com maiores índices de roubo de carga são:

  • BR 116 – Trechos entre São Paulo e Curitiba, e São Paulo e Rio de Janeiro são os trechos com maior incidência de roubo no Brasil.
  • BR 101 – Alagoas x Bahia. Entre os trechos mais perigosos estão as BRs 110, 101, 116, 324 e 407; e as BAs 093 e 522.
  • BR 365 – Minas Gerais x Mato Grosso – Essa rodovia é muito utilizada para ligar Minas à região Centro Oeste do Brasil, e é uma das mais perigosas.
  • SP 348 – Rodovia dos Bandeirantes. Os trechos dos km 90, 94 e 97 são os mais críticos.

Afinal, quais são as principais causas desses roubos de carga? Algumas delas são a deficiência no policiamento e a falta de iluminação nas rodovias. Vamos analisar os dados abaixo?

Policiamento nas estradas federais

Uma das principais causas do roubo de carga talvez seja justamente a falta de policiamento nas rodovias federais. A própria PRF admite que tem um déficit muito grande de policiais. Segundo informação da PRF divulgada pela Globo News, o efetivo da PRF era de 10.029 servidores em novembro de 2018, quando o ideal seria 18.424.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Brasil tem 66.000 km de estradas federais asfaltadas.

Falta de iluminação

A falta de iluminação talvez seja outro grande problema que contribui para a violência e o roubo de carga nas rodovias.

As rodovias estaduais também enfrentam o mesmo problema. É muito comum alguns governos afirmarem que não têm orçamento para a instalação de iluminação em algumas rodovias e que isso aumentaria os custos do estado.

Enfim, você, transportador, não pode contar com o Governo e tem que lutar sozinho para evitar os roubos de carga e acidentes rodoviários. Afinal, a responsabilidade do transportador é presumida, ou seja, independente da culpa ou das melhores intenções do transportador, em caso de roubo de carga, os danos devem ser ressarcidos aos respectivos proprietários (embarcadores).

Dessa forma, todo cuidado é pouco! Por isso, além de adotar a gestão de riscos, planejamento e tecnologias de rastreamento, é altamente recomendável que o transportador contrate o Seguro de RCTR-C e RCF-DC.

Contratação de seguro é a solução inteligente que você pode contratar para se proteger seu patrimônio. Se ocorrer algum acidente ou até mesmo um roubo de carga, a seguradora vai reembolsar seus clientes, evitando o surgimento de maiores problemas financeiros para a transportadora.

Você deve estar se perguntando: e o custo dessa apólice de seguro. Veja como economizar na contratação de seguros para a sua transportadora.

Deixe um comentário