You are currently viewing Qual é a diferença entre RCTR-C e RCF-DC?

Qual é a diferença entre RCTR-C e RCF-DC?

Quando falamos de empresas transportadoras de carga, as TRC, é muito comum que abordemos o tema sobre os seguros que estas empresas podem contratar pois, no final das contas, sobre elas recai uma enorme responsabilidade de transportar bens de terceiros. Inúmeros são os seguros com os quais estas empresas podem contratar mas, na hora de assinar a proposta, uma das dúvidas mais comuns é: qual é a diferença entre RCTR-C e RCF-DC?

Antes de mais nada, vamos definir rapidamente sobre o que estamos falando.

Empresas transportadoras de carga se responsabilizam a coletar uma mercadoria, em um ponto, e transportá-la no estado em que se encontra, até um segundo ponto. Pode até parecer muito simples, mas essa operação envolve um detalhe que muda toda a dinâmica de responsabilidades: a mercadoria de terceiro.

Quando falamos de transporte de mercadoria ou bem próprio, um acidente ou um roubo no meio do caminho acaba resultando em um prejuízo que é amargado pela própria empresa que estava transportando, visto que ela fazia o transporte de carga própria.

Mas quando a operação é com carga de outra empresa, o que é o caso das empresas de transporte, o prejuízo é amargado pelo dono da mercadoria, porém este pode se ressarcir com o responsável por esta mercadoria no momento do prejuízo.

Por isso, empresas de transporte, às vezes, assumem responsabilidades que podem superar o valor do veículo transportador, o valor do caixa da empresa transportadora e até mesmo o valor da própria empresa transportadora.

Não é raro que cargas com mercadorias de alto valor agregado superem a marca dos milhões de reais. Neste momento é mais do que necessário que o transportador conte com uma forma de transferir a responsabilidade sobre prejuízos que foram causados a esta mercadoria. A forma mais conhecida e fácil de fazer essa transferência é pelo seguro de transporte.

Se por um lado a solução é acessível, por outro, pode parecer um tanto quanto complicado navegar no emaranhado de termos e siglas do seguro de transporte de carga e é por isso que estamos aqui!

Vamos entender de uma vez por todas qual é a diferença entre RCTR-C e RCF-DC. Além disso, veremos o que cobre cada um deles e como contratá-los.

Assim, quando você for proteger a operação da sua transportadora através de uma apólice de seguro trasnporte, saberá exatamente o que esta contratando e ficará muito mais tranquilo.

Apólices para transportadores

Antes de tudo é preciso fazer uma observação muito importante.

Quando se trata de seguro de carga, é preciso que você saiba que está contratando a apólice específica para o seu nicho. Isso significa que, como transportadora, você deve contratar apenas aquelas apólices de responsabilidade.

Para identificá-las é fácil: basta que seja uma das siglas que começa com RC. Estas apólices indicam que o seguro cobre a responsabilidade civil do transportador.

Caso a sua apólice não seja de responsabilidade, ela não será útil para indenizar prejuízos com as cargas de terceiros e isso pode gerar uma enorme dor de cabeça na hora de um sinistro.

Apólice de RCTR-C

Dentro das apólices de responsabilidade, a mais contratada de todas é a RCTR-C, que significa responsabilidade civil do transportador rodoviário de carga.

Esta apólice é de contratação obrigatória e, por isso, tão difundida entre os transportadores de carga.

A apólice de RCTR-C visa cobrir o prejuízo da carga de terceiros, sob responsabilidade da transportadora, caso ocorra um dos eventos amparados nas cláusulas gerais deste tipo de seguro.

Embora seja de contratação obrigatória, a apólice de RCTR-C não cobre todo e qualquer prejuízo causado a carga, ficando restrita a alguns eventos relacionados a acidentes rodoviários.

São exemplos de eventos cobertos pela apólice de RCTR-C a colisão, com outros veículo ou objetos, o tombamento do veículo transportador ou até o incêndio do veículo durante o transporte.

Ou seja, caso um dos eventos acima listados ocorra entre a coleta da mercadoria e a entrega e, ainda, se por consequência deste evento a carga transportada sofrer algum tipo de prejuízo, o transportador, que seria obrigado a ressarcir ao seu cliente o valor do prejuízo causado a carga, pode invocar sua apólice de RCTR-C e pleitear que a seguradora indenize o embarcador, ou o reembolse, caso o transportador já tenha pago os prejuízos ao seu cliente.

Apólice de RCF-DC

Já a apólice de RCF-DC, que significa responsabilidade civil facultativa pelo desaparecimento de carga, como o próprio nome já diz, é facultativa e não obrigatória como a anterior.

Isso significa que o transportador pode optar ou não pela sua contratação.

A apólice de RCF-DC visa cobrir eventos como o roubo, o furto ou a apropriação indébita da carga, ou seja, eventos em que a carga “desaparece”.

Devido à incidência de eventos dessa natureza, a apólice de RCF-DC se tornou de ampla contratação no Brasil, protegendo transportadores de eventuais processos e indenizações com que possam ter que arcar para ressarcir seus clientes que tiveram sua mercadoria roubada enquanto transportada.

Vale lembrar que, embora a apólice de RCF-DC seja facultativa, a responsabilidade sobre a carga pode ser discutida independentemente da existência ou não de uma apólice vigente. Isso significa que, caso ocorra um dos eventos acima, o transportador pode ser obrigado a indenizar o embarcador, tendo ou não um seguro para isso. A diferença para as transportadoras que têm o seguro é que esse prejuízo pode ser transferido para a seguradora e não impactar no caixa da transportadora.

Quais apólices contratar?

A resposta é muito simples! Para proteger de maneira completa a operação da sua transportadora, não há dúvidas que você deve contar com a proteção das duas apólices.

Além de contratar as duas apólices, é importante que você alerte o seu cliente para o fato de que transportadores que contam apenas com a apólice de RCTR-C podem ter problemas na hora de um sinistro de roubo e deixar o embarcador na mão.

Ambas as apólices possuem regras e detalhes aos quais é preciso ficar tento para poder contar com toda a proteção de uma apólice de seguro, por isso, ter um corretor de seguros especialista em seguros de carga é importante para saber exatamente o que você está contratando.

Deixe um comentário