You are currently viewing Como Transportar Cargas Frágeis

Como Transportar Cargas Frágeis

Como já falamos em artigos anteriores, o setor logístico está com uma concorrência cada vez maior. Dessa forma, para você, transportador, se destacar perante os concorrentes, você precisa ter um diferencial, e não estou me referindo a preço, e sim à qualidade dos seus serviços. Uma carga bem armazenada e bem transportada mostra o profissionalismo da transportadora perante o seu cliente. Por exemplo, quando você demonstra que sabe como transportar cargas frágeis.

Neste post, vamos dar dicas de como fazer o transporte desse tipo de carga e o que deve ser evitado para manter a segurança do transporte.

Concorrência

Hoje o transportador não pode ficar preso apenas a um tipo de mercadoria, pois se você não atender seu cliente, você pode abrir uma porta para ele procurar outro profissional. Percebeu como você  precisa ser multimodal e também saber transportar diversos tipos de mercadorias?

Dicas de como transportar cargas frágeis

Saber transportar cargas frágeis não é difícil, mas é preciso aprender algumas técnicas para surpreender seu cliente e afastar a concorrência. Para isso, vamos sugerir três pontos importantes para você ficar atento.

Antes de tudo, é importante alertá-lo que, independentemente do tipo de mercadoria que você está transportando, atualmente o Gerenciamento de Risco é uma ferramenta indispensável para se ter um serviço de qualidade.

Outro ponto não menos importante é sobre fazer uma roteirização. Esse tema, além de evitar que a carga fique rodando desnecessariamente, aumentando custos, pode evitar danos e sinistros à carga transportada.

Para finalizar nossas dicas, vamos abordar um assunto que talvez não te ensine como transportar cargas frágeis, mas será muito importante para a qualidade da prestação de serviços, que é justamente a capacitação de motoristas para minimizar os prejuízos da sua transportadora.

Como transportar cargas frágeis

Para você saber como transportar cargas frágeis, primeiro: requer muito cuidado e atenção, além de conhecimento técnico – que vamos comentar abaixo.

A primeira coisa que você deve saber, antes mesmo de como transportar cargas frágeis, é sua definição, pois todo tipo de mercadora tem uma classificação, segundo suas características.

Muita gente pensa que objetos frágeis são objetos pequenos, mas nem sempre. Nós diríamos que cargas frágeis são os objetos que podem ser facilmente danificados, como vidros, cristais, louças e espelhos.

Tópicos importantes a serem considerados no transporte de cargas frágeis

Utilize embalagens resistentes

É sempre importante observar as embalagens. Será que elas são resistentes a ponto de evitar colisões internas (dentro da embalagem)? Isso é muito importante, principalmente na hora da carga e descarga. O objetivo é evitar danos à carga para que o destinatário tenha uma boa imagem dos seus serviços logísticos.

Embale os produtos individualmente

Somente a escolha da embalagem adequada não é o suficiente, pois é preciso considerar que cada carga tem suas características específicas, como peso, tamanho, material e formato. Tudo precisa ser analisado antes de transportar.

Sempre que possível, evite deixar folgas dentro das embalagens. Para isso, são muito utilizados plásticos bolha e saquinhos de ar ou ainda papelão, que é muito utilizado para transporte de máquinas ou equipamentos. São procedimentos simples, mas que, com certeza, vão te livrar de apuros.

Acomode adequadamente a carga dentro do caminhão

Não adianta nada você tomar todos os cuidados que mencionamos acima e colocar uma bigorna em cima da caixa de ovos, não é verdade?

Sempre observe as orientações do fabricante com relação ao empilhamento, circulação de ar e temperatura, quando se tratar de mercadoria específica.

Parece óbvio, mas esse erro é muito comum. Por isso, sempre carregue primeiro as mercadorias mais pesadas e, em seguida, as mercadorias mais leves por cima.

Não é raro encontrar caminhões adaptados que possuem uma espécie de prateleira ou estante para que as mercadorias sejam acondicionadas e amarradas.

Para finalizar, sempre use identificação, com símbolos padronizados. Isso vai ajudar muito na prevenção de acidentes.

Mantenha o veículo em bom estado de conservação

O caminhão usado na logística precisa de uma atenção especial, pois se ele quebrar durante o transporte, pode causar danos às cargas perecíveis ou molhar a carga, caso o baú esteja furado. Além disso, a higienização do baú merece sempre uma atenção especial.

Temperatura

Durante o transporte, é muito comum acontecer variações de temperatura, que geram umidade, podendo comprometer a carga devido à deformação da embalagem.

Dessa forma, é sempre interessante ficar atento aos transportes que tenham possibilidades de oscilação, para que sejam tomadas ações preventivas, como proteger a carga com materiais resistentes à água ou, ainda, dissecantes que possam absolver a umidade que porventura possa ocorrer.

Tecnologia

Essa ferramenta é uma grande aliada à gestão do transportador, especialmente em relação às cargas sensíveis com um valor agregado muito alto, como materiais farmacêuticos e hospitalares.

Através da tecnologia, é possível monitorar e acompanhar a carga em tempo real, sem contar outros recursos, como a telemetria, na qual você, transportador, pode acompanhar a forma de condução do motorista.

Alguns transportadores ainda entendem que gastos com tecnologia são considerados despesas. Porém, na verdade, são investimentos, pois o mercado vai reconhecer a qualidade dos seus serviços, e a imagem da sua transportadora vai subir de patamar, além de criar um vínculo de confiança e fidelização.

Planejamento

Quando você planeja os embarques, tudo fica mais fácil, pois você pode se programar para manuseá-los de forma correta, sem pressa, diminuindo os riscos de acidentes ou até mesmo de danificar a carga.

No planejamento, também devemos incluir a roteirização da carga. Isso é muito importante, pois quanto menor o tempo em que a carga estiver em trânsito dentro do caminhão, menor é o risco de acontecer um sinistro e, consequentemente, dores de cabeça e desgastes.

Enfim, agora que você já leu sobre as melhores práticas de como transportar cargas frágeis, saiba como economizar na contratação de seguros para a sua transportadora.

Deixe um comentário