Código de ética dos corretores de seguro

Assim como em todas as profissões, os corretores de seguro possuem um Código de Ética que visa um melhor disciplinamento ético e profissional à categoria. No Brasil, a FENACOR – Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros – certifica as empresas que aderem ao Código.
Segundo resolução do decreto 60.459, de 1967, o Código de Ética dos Corretores de Seguro se propõe à: “ser o guia orientador e estimulador de comportamentos, fundamentado num conceito de ética voltado para o desenvolvimento, servindo, simultaneamente, de estímulo e parâmetro para que esses profissionais e empresas visualizem um novo papel para si próprio e tornem sua ação mais eficaz diante da sociedade e, em atendimento a ela, na busca da garantia e probidade da profissão e de quem usa os serviços de um profissional da atividade do mercado da corretagem, legalmente habilitado”.
A certificação emitida pela FENACOR tem a validade de dois anos e é analisada por um comitê interno, antes da sua expedição. A Contraseg acredita que o certificado é um excelente instrumento para nortear a conduta moral da classe e fornecer mais credibilidade e segurança aos clientes.